Menina com cancro volta a abraçar o pai após 2 meses afastados

A pequena Mila Sneddon, de quatro anos, esteve separada do pai durante dois meses. Scott e a filha só se podiam ver através da janela da cozinha que dá acesso ao jardim da casa.

Mila sofre de uma espécie de leucemia rara e está a ser sujeita a tratamentos de quimioterapia. Esta condição coloca-a no grupo de risco da Covid-19. Como o pai precisou de continuar a trabalhar, decidiu manter-se longe da filha.

Nas últimas duas semanas o homem submeteu-se a um período de isolamento para garantir que não está infetado. Após confirmar que estavam reunidas as condições de segurança, Scott decidiu ir ao encontro da filha… sem o conhecimento da mesma.

O pai apareceu normalmente no jardim como durante os últimos dois meses, com Mila a pensar que iriam conviver apenas através da janela. A surpresa aconteceu quando Scott entrou em casa para espanto da filha.

As saudades foram seladas com um grande abraço… confere o momento!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comments

0 comments

“Pescador” surpreendeu polícia em praia de França

Vídeo mostra “vespa assassina” a matar um rato em segundos